6 Objetivos da Compostagem para São Paulo

Lançamos nessa sexta-feira 03/03/2017, os 6 Objetivos da Compostagem para São Paulo, uma mobilização para que a nova gestão de São Paulo dê continuidade e ampliação aos programas de compostagem (tão bem sucedidos) já existentes na cidade e assuma compromissos para a compostagem continuar avançando.

Para organizar as informações, criamos 6 objetivos e 24 metas com propostas claras, exequíveis e econômicas. A estrutura foi inspirada nos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU, e todas as propostas são amparadas pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e pelo Plano de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PGIRS) da cidade de São Paulo.

6 Objetivos da Compostagem

6 Objetivos da Compostagem para São Paulo

Tivemos importantes avanços relacionados a compostagem nos últimos 4 anos, mas ainda há muito o que fazer! O papel da prefeitura é fundamental nessa caminhada! Sabendo disso, organizamos os 6 Objetivos da Compostagem para São Paulo para facilitar o caminho e apresentar à prefeitura estratégias claras e bem definidas.
(mais…)

Folha de São Paulo – Empreendedor Social – Ex-república alternativa, Morada da Floresta vira usina de permacultura

logo_premio_empreendedor_social_2016
Matéria Ex-república alternativa, Morada da Floresta vira usina de permacultura da Folha de São Paulo para o Prêmio Empreendedor Social 2016.
SAO PAULO, SP - 29 AGOSTO: Claudio Vinícius Spínola, empreendedor social e diretor da Morada da Floresta, posa para foto com sua esposa e socia Ana Paula Silva e seus filhos, no Butanta, em Sao Paulo, em 29 de agosto de 2016. (Foto: Na Lata)******PREMIO EMPREENDEDOR SOCIAL 2016******

SAO PAULO, SP – 29 AGOSTO: Claudio Vinícius Spínola, empreendedor social e diretor da Morada da Floresta, posa para foto com sua esposa e socia Ana Paula Silva e seus filhos, no Butantã, em Sao Paulo, em 29 de agosto de 2016. (Foto: Na Lata)******PREMIO EMPREENDEDOR SOCIAL 2016******

Roda de Conversa sobre Compostagem em SP

A Roda de Conversa sobre Compostagem na cidade de São Paulo foi incrível! Os participantes saíram engajados e estimulados para contribuir e ajudar com o movimento que faremos junto com outros atores para dialogar e apresentar sugestões relacionadas a compostagem para a atual gestão da Prefeitura de São Paulo. Os próximos passos serão algumas reuniões menores para posteriormente convocarmos um grupo maior de pessoas para se unirem a esse movimento.

(mais…)

Video Prêmio Empreendedor Social 2016

logo_premio_empreendedor_social_2016
Vídeo Prêmio Empreendedor Social 2016 sobre Cláudio Spínola, Morada da Floresta e Composta São Paulo realizado pela Folha de São Paulo.

Saiba mais lendo a matéria realizada pela Folha de São Paulo sobre a Morada da Floresta para o Prêmio Empreendedor Social 2016:

Ex-república alternativa, Morada da Floresta vira usina de permacultura

Seminário sobre Resíduos Sólidos (2016-05)

Na próxima terça-feira (10/05/2016), Cláudio Spínola participará da Mesa Redonda sobre Compostagem representando a Morada da Floresta no Seminário sobre Resíduos Sólidos organizado pela Frente Parlamentar pela Sustentabilidade da Câmara Municipal de São Paulo. O Seminário será das 9 às 13hs, no Auditório Prestes Maia (1º andar) na Câmara Municipal de SP (Viaduto Jacareí 100).

Estão todos convidados!

Composta São Paulo no site ZeroWaste Europe

In English:

 

En Español:

 

A Compostagem Domiciliar como Instrumento de Política Pública em São Paulo

No dia 04 de setembro de 2015 o projeto Composta São Paulo será apresentado no IV Congreso Nacional de Residuos da Universidad Agraria La Molina, em Lima, Peru, por Dan Moche Schneider. Registramos aqui a versão em português do texto entregue para a organização do Congresso para contextualizar a gestão dos resíduos sólidos da cidade de São Paulo e o projeto Composta São Paulo:

“Utopía […] ella está en el horizonte. Me acerco dos pasos, ella se aleja dos pasos. Camino diez pasos y el horizonte se corre diez pasos más allá. Por mucho que yo camine, nunca la alcanzaré. Para qué sirve la utopía? Para eso sirve: para caminar”
Eduardo Galeano

(mais…)

GreenMe

Composta São Paulo – 259 mil toneladas que já não foram para aterro‏

GreenMe

Composta São Paulo é um projeto piloto da Prefeitura da capital paulista que começou em junho de 2014 e que, ao final de 1 ano já aponta ótimos resultados. São Paulo, que hoje é a 7ª maior cidade do mundo, com seus 11 milhões de habitantes, produz 20 mil ton/dia sendo que 12 mil destas são de domicílios. São Paulo produz uma media de 1 kg/hab/dia e deste volume, quase  metade é de matéria orgânica compostável. …

http://greenme.com.br/informar-se/lixo-e-reciclagem/1950-composta-sao-paulo-toneladas-evitadas-aterro

 

Ciclo Vivo – Cidadania

Projeto de compostagem caseira impede que 250 t de lixo sejam descartadas em SP

 

A compostagem de resíduos orgânicos é uma ferramenta importante para reduzir a quantidade de lixo descartado em aterros sanitários. No entanto, os benefícios dessa prática podem ir muito além. O Composta São Paulo, uma iniciativa da prefeitura da capital paulista, juntamente com as empresas de coleta urbana e a Morada da Floresta, é prova disso.

 

alt

Projeto de compostagem caseira impede que 250 t de lixo sejam descartadas em SP

 

Estadão – Notícias – Após um ano, só 2,3% desistem de programa de compostagem

 

Após um ano, só 2,3% desistem de programa de compostagem
Estadão (01/06/2015)

alt