Campanha NÃO USE PAPEL HIGIÊNICO PARA LIMPAR O FIOFÓ!!!

por Cláudio Spínola
(escrito em 19 de junho de 2015)

Compartilhando minha experiência, fazem 5 anos que não me limpo com papel higiênico, e sim com água. Absorvi esse costume quando fiquei 5 meses na Índia, no início de 2010. Desde então, não consigo mais me “limpar” com papel.

Em casa, uso a ducha higiênica para me lavar após fazer cocô. Normalmente, quando vou há algum banheiro fora de casa, busco uma garrafinha ou pelo menos um copo para levar água para este fim. Porém, ontem eu tive a infelicidade de esquecer de fazer isso… e quando me toquei, já estava sentado no trono.

Que triste experiência!

 

Após a gostosa e aliviadora evacuação, tive que encarar o papel higiênico para me “limpar”. Foram pedaços e pedaços de papel para conseguir o feito… e a cada raspada, sempre aparecia uma freada de bicicleta para constatar que meu fiofó ainda estava sujo.

Primeiramente, lamentei a ignorância do hábito coletivo de usar o papel higiênico para esse fim. Na sequência, lamentei pela quantidade de lixo que eu estava produzindo naquele momento. E por fim, após tanto insistir nessa “limpeza”, constatei que de tanto raspar o papel higiênico, machuquei o fiofó ao ponto do papel higiênico ficar marcado de sangue.

Resultado: estou com o dito cujo ardendo até agora!

Minha indignação com essa situação foi tanta, que me inspirou a escrever esse singelo texto para estimular a reflexão sobre a idiotice que é “limpar” a bunda com papel higiênico.

Por que usar água para lavar, ao invés de papel higiênico?

Os motivos são:

1- o papel higiênico não lava o fiofó nem o limpa adequadamente… e sim esfrega as fezes nas rugas do mesmo até parecer que limpou (quando o papel apresenta o mínimo de fezes aceitável para o usuário sentir-se limpo).

2- porque se o indivíduo tentar se limpar de verdade com o papel higiênico, acabará se machucando.

3- pela produção insana de “lixo” produzida por esse hábito.

Na verdade a ordem dos fatores não altera o resultado… o fato é que lavar o fiofó com água é infinitamente mais higiênico, eficiente e ecológico que usar o papel para este fim. Sei que esse assunto não é fácil de ser absorvido no primeiro momento… mas faço um desafio saudável para quem ler esse texto:

Experimentem passar uma semana inteira lavando o fiofó com água. Se usar sabonete, melhor! Conseguindo vencer o preconceito e vivenciar essa experiência, estenda essa prática por mais 3 semanas. Passado um mês, garanto que vocês não conseguirão mais usar o papel higiênico pra esse fim.

Sinceramente, esse hábito não faz o menor sentido!

Para ajudar a explicar melhor o que estou tentando dizer, assistam esse divertido vídeo: